De Autocaravana, tenho vindo a viajar ''cá dentro'' e pela Europa... para lá do Círculo Polar Àrtico - até ao Cabo Norte, onde vivenciei o ''Sol da Meia-Noite''.
Viajei em Autocaravana pelo Norte de Àfrica... (mais de uma vez), muito para lá do Trópico de Cancer... até à Guiné-Bissau.
Fui também por estrada à Àsia - Turquia e Capadócia, sendo que no regresso fiz a Croácia e dei um saltinho a Mostar e Saraevo na Bósnia-Herzegovina.
Sem pretensiosismo literário ou outros, apenas pela PARTILHA, dessas e outras viagens vou dando conta neste espaço.

Países visitados em Autocaravana: - EUROPA: ESPANHA – ANDORRA -FRANÇA-ITÁLIA-MÓNACO- REINO UNIDO - IRLANDA -HUNGRIA-REP.CHECA-SUÉCIA-ESLOVÉNIA - ESLOVÁQUIA- POLÓNIA-AUSTRIA-SUIÇA-ALEMANHA-BÉLGICA-HOLANDA-DINAMARCA-NORUEGA-FINLÂNDIA-ESTÓNIA-LETÓNIA-LITUÂNIA-BULGARIA - BÓSNIA HERZGOVINA- ROMÉNIA -GRÉCIA – CROÁCIA – LIENCHSTEIN – LUXEMBURGO – S.MARINO - VATICANO ÀSIA : -TURQUIA-CAPADÓCIA ÀFRICA: GUINÉ-BISSAU – CASAMANÇA – GÂMBIA – SENEGAL – MAURITÂNIA – SAHARA - MARROCOS

Outras viagens:RÚSSIA (Moscovo e S. Petesburgo) -AMÉRICA do NORTE:CANADÁ (Quebec-Ontário-Montreal-Otawa-Niagara falls) - EUA(Boston-Nova Iorque-Cap Kenedy-Orlando - Miami)AMÉRICA CENTRAL:CUBA (Havana - S. Tiago de Cuba - Trinidad - Cienfuegos - Varadero)- ÀSIA :CHINA (Macau-Hong Kong) - VIETNAM(Hanói-Danang-Ho Chi Min) -

terça-feira, março 21, 2017

MARROCOS 2017 - parte I


Há já 3 anos que não revia Marrocos.
A decisão é recente mesmo se a vontade de voltar tem sido grande.
Depois de cirandar umas 4 semanas na costa Andaluza, a vontade de atravessar o estreito agudizou-se... regressei a casa para renovar o Passaporte et voilá... a caminho, desta vez com o casal que me acompanhou em 2006 a Emília e o Artur.
Dia 1 25fev17 - sábado
BRAGA - VILA DO CONDE
Na minha cidade a chuva vai ameaçando mesmo se a primavera vai dando um ar da sua graça.

Nada melhor que testar o hotel/restaurante rolante a poucos km's de casa.
Escolhida a mais que visitada Vila do Conde.

Na Marina da Póvoa de Varzim os caracóis eram bastantes

 Ainda que repetitivo, prefiro este local onde o rio se aproxima do mar.
Ainda não saimos, mas já nos vamos re-adaptando
Dia 2 26fev17 - domingo
VILA DO CONDE - BRAGA
Os neurónios já estão a carburar a ideia da partida. Me parece que estão feitos os preparativos com esta saída de fim de semana.
O Artur e Emília ainda não me acompanharão pois aguardam a entrega do Passaporte.
Vou andando que se faz tarde...
Dia 3 - 28fev17 - 3ª. feira
BRAGA - BATALHA - RIO MAIOR - ALMEIRIM
Agora, sim. Já vou a caminho.

Paragem para almoço uns 7 kms a sul da ponte sobre o Douro num Pingo Azedo.
Passagem em Leiria com o céu muito cinzentão
Leiria de passagem

Finalmente a Batalha... fico? Não fico?
Ainda delineei a paragem para pernoita na Batalha. Como a vontade de avançar era grande, decidi prosseguir por Rio Maior, quedando-me em ALMEIRIM, onde pernoitei 'sózinho' no Parque ao lado da Praça de Touros.


Dia 4 1mar17
ALMEIRIM - Alcácer do Sal - Casal Ventoso (Restaurante Km 10) S. BARTOLOMEU DE MESSINES
Antes da partida visitei uma Pastelaria contígua onde tomei o pequeno almoço. Prossegui em direção a Sul, na convicção de ir pernoitar a S. Bartolomeu de Messines sem antes fazer uma paragem técnica no Casal Ventoso onde almocei generosamente no ''Km10'' do meu Amigo Madeira que comigo partilhou 2 anos em Angola na Guerra Colonial.
Fiquei que nem um 'abade'!

Em S. Bartolomeu de Messines o Amigo Duarte Andrés fez honras à nossa Amizade, atualizando-me a preceito os 3 Gps que me acompanham sempre.
Desta vez, como que a incentivar-me a ir mais longe, inseriu os Mapas de África!!! 
Seria 1 hora da manhã quando os trabalhos estariam quase concluidos.
Amanhã voltarei para os finalmente. Obrigado Duarte.


Dia 5 2mar17
S. Bartolomeu de Messines - OLHÃO - CASTRO MARIM
Em Messines, tendo ao centro como visão as AC estacionadas na velha AS que está a ser substituida por uma mais moderna
Às 9 da manhã já Duarte estava disponível para ultimar as actualizações. Espectáculo!!!
Já dá para ver que a Autarquia em Messines está a apostar na Nova AS (paga) para AC. parabéns.
Prossegui em direção a Olhão onde iria almoçar.
Liguei ao Português/Francês Manuel Vilaça que conheci em Qued Ma Fatma no Saharaa em tempos idos de 2006.
Na nova 'propriedade' do Amigo Manuel Vilaça em Olhão

Olhão - Olhares



Manuel acabou por comprar um terreno em Olhão e lá se instalou com a sua AC, o seu descapotável, o seu utilitário automóvel, a sua lambreta e a bike elétrica. Ninguém o tira dali!!!
Despedidas feitas, prossegui para Castro Marim onde a AS estava repleta e o enorme Parque de estacionamento também.
Os meus Amigos de viagem ficarão em Badajoz pelo que amanhã nos devemos encontrar em Espanha. 
Castro Marim






Quotidiano de idoso em Castro Marim

Castro Marim sempre agradável.







as salinas de Castro Marim com Vila Real e Montegordo como fundo


Detalhes da Nossa Terra que me fascinam








Dia 6 3mar17 - sexta feira
CASTRO MARIM (Pt) - JEREZ DE LA FRONTERA (Esp) - 

A nossa terra fica para trás. 

Ora aí está a ponte sobre o Guadiana


Passagem ao largo de Sevilha
Jerez de La Frontera com chuva e muita confusão no trânsito

Alô Artur, vou a caminho do _P_ para pernoitarmos. Estás por perto? Sim? Ok. Aguardo lá que chegues.
Afinal - impossível, tantos os 'coches' estacionados em 1ª e 2ª fila junto à escola. Olha, segue para Algeciras, encontramo-nos lá, ok?
''Scut'- Auto Via a caminho de Algeciras
Em Algeciras chegamos quase ao mesmo tempo. Ida ao escritório do Gutierrez adquirir o bilhete para a travessia, umas compras no Carrefour, et voilá


Cansados mas imbuídos do espírito viajeiro, não se passa nada...
Um local ali ao pé para pernoita e amanhã arrancaremos cedinho para o Porto.
Percorridos 1.103 km
Média de consumo da viagem. Muito bom.



Local de pernoita

Dia 7 4mar17 - sábado
ALGECIRAS (Esp) - estreito de Gibraltar - Tânger Med. - ASILAH (Maroc)
Às 7,30h da manhã, a caminho do Porto de Algeciras
O Dia de maior desânimo numa viagem. A cansativa espera no Porto de Algeciras sob impiedosa chuva e vento.
Não imaginava que iríamos estar aqui parados uma meia dúzia de horas a aguardar o embarque... Vários 'ferry's'' iam seguindo, o nosso da ''Baleares''... nada... e ninguém para nos dar uma satisfação. 
Já um cheirinho a Marrocos... Um Emigrante que regressa de férias? Talvez!
Já agora, o custo da viagem. Ida e Volta, ''open'' - 1 AC + 1 PAX - € 165,00 - 1 AC + 2PAX - € 200,00.
Uff... o ''ferry'' zarpou seriam umas 14h.!!! que seca!
Já na Auto-Estrada a caminho do destino. Muita chuva. Boa opçao o percurso pela AE


Chegada a Azilah já o dia se finava.



Dia 8 5mar17 - domingo
ASILAH - KENITRA
Já me sinto em Marrocos. Acordei em Asilah com o SOL a bafejar-me a casa rolante e o som do mar a embalar-me.  
Ao acordar
Ali pertinho adquirimos 1 cartão para o telemóvel e um outro para a Internet.
No meu caso, recarreguei uma 'pen' da ENWI que mais tarde verifiquei que tinha pouca cobertura a sul de Agadir.
Por 100 Dh (€ 10,00) terei net por 1 mês, mas atenção... há 3 anos não havia limites de tráfego e agora tem até 8GB..
Foi aqui que pernoitamos. Em breve este espaço deixará de permitir o estacionamento pois está numa fase de requalificação. O Camping fica muito próximo.
As cabines telefónicas que proliferavam pelo País, ou foram retiradas ou desativadas, porquê? A adesão massiva aos telemóveis tornaram este negócio mais rentável. 








Prosseguimos viagem com pequena paragem em Larach junto à foz onde apenas estava um Italiano. Resolvemos continuar.
La ''Ville Portugaise''











As imagens falam por mim.





O local em Larache que o Gps e o Park4night nos indicavam
Nem será um local desagradável, ainda mais gratuito - Larache



Dia 9 - 6mar17 - 2ª. feira
KENITRA - RABAT - KENITRA
Kenitra esta manhã. Kenitra tem muita juventude. Uma cidade que julgo difícil de gerir. Mas volto cá sempre pois é uma cidade com VIDA!

Os vendedores de cartões para telemóveis... Orange, Maroc Telecom, Enwi etc etc...

Os de roxo são os da Enwi
Esta manhã quando seguia em direção da Estação de Comboios em Kenitra, reparei que 60% dos autocarros estavam neste estado. 
Pensei e voltei a pensar. Finalmente questionei um jovem que me disse sorrindo: ''É do futebol! São os 'putos'!!!

Onde as montras saem à rua.


Esta tarde percorremos os 40 kms que separam Kenitra de Rabat de combóio. Gosto de viajar nos transportes públicos incomuns. Custou o bilhete € 1,60/ida. Rabat é a Capital mesmo se Casablanca supera em habitantes e dimensão.
Mais uma viagem de 'train' Marroquino



O chá da praxe com bolinhos deliciosos de côco




A foto do Dia. Peluches? Não, claro. Vivos e a rabiar e num pio pio estridente. Ovos injectados? Pintos pintados?  Lindos de morrer! Mas atenção, isto não se faz aos bichinhos...


Casa dos sumos de variada fruta.
Camping de Kenitra 
Dia 10 - 7mar17 - 3ª. feira
 KENITRA - El Jadida
O dia hoje foi muito cansativo. Com 240 kms pela frente, de kenitra passando por Rabat e Casablanca, eis-nos chegados a EL JADIDA - MAZAGÂO onde os Portugueses marcaram a cidade. Optamos por fazer a viagem pela Estrada nacional. Se por um lado reavaliamos as localidades onde passamos, as obras nas estradas, as lombas sucessivas, os buracos... alguns dos automobilistas com comportamentos intoleráveis em manobras perigosas constantes, desgastaram-nos um bom bocado fisicamente. O sol aqueceu e as mangas de camisa tiveram de ser arregaçadas... Agora à noite arrefece. Amanhã ficamos por cá.
Os nossos vizinhos no Camping


Mazagão foi, entre o início do século XV e meados do século XVIII, uma possessão portuguesa em Marrocos, no norte da África, tendo dado origem à atual cidade de El Jadida, situada 90 km a sudoeste de Casablanca.
Os monumentos portugueses que chegaram até aos nossos dias são a cisterna, a antiga fortificação com suas muralhas e baluartes — exemplo precoce da arquitetura militar portuguesa do Renascimento — e a Igreja de Nossa Senhora da Assunção, em estilo manuelino. Esse conjunto oferece um exemplo excepcional das influências recíprocas entre a cultura europeia e a marroquina.

Em 30 de junho de 2004, durante a 28.ª sessão do Comité do Património Mundial, em Suzhou, na China, a cidadela de Mazagão (El Jadida) foi inscrita na lista do Património Mundial da UNESCO.
 COMBUSTÍVEIS: Hoje abastecemos no Carrefour em Salé/Casablanca onde o Gasóleo custou 9,34 Dh/litro (cerca de € 0,90. A gasolina ronda os € 1,05! )



Dia 11 - 8mar17 - 4ª. feira
EL JADIDA
El Jadida - Mazagão - O dia hoje primou pelo forte nevoeiro. Revimos a ''Ville Portugaise'' - Património Mundial da Unesco. Do que não gostamos? Do lixo amontoado mesmo nas partes históricas, mesmo se nos dizem que a Autarquia entregou a limpesa a uma Empresa que se comprometeu a comprar 50 camiões mas ainda só existem 10. 
Das 3 igrejas do tempo da ocupação Portuguesa transformadas em 'galerias encerradas' ou até num Hotel. 
Mesmo se a neblina cobriu o céu, algumas medidas tive de tomar. O calção voltou a sair do roupeiro.
O Camping já conhecido de passagens anteriores
Vestígios do tempo dos nossos antepassados



Como tosquiar a ''Cuca''. Coisa que não lhe agrada... de todo...

Milhentas de aves no miolo das árvores... 


Dia da Mulher 2017

Lixo aos molhos... 




Palmeira bizarra? Tipo Torre de Pisa!


Já foi Igreja Portuguesa. Agora mudou e é Teatro


A ''Cisterna Portuguesa'' já visitada noutras passagens


Outra Igreja que passou a Hotel

Mesmo aqui o lixo!!!



Vai uma voltinha no areal de poney, camêlo, cavalo??? É só escolher.

Amanhã mudaremos de poiso em direção a sul.
Dia 12 - 9mar17 - 5a.feira 
EL JADIDA - OUALIDIA
 A estrada marginal ao Oceano prima pelos campos simétricos que descem até ele...


Passagem em Safi

Chegada a OUALIDIA



Oulidia - Um estacionamento já conhecido. Muito peixe levado à porta...





 Almoço ou lanche servidos na praia. Grelhados a poucos metros vários tipos de peixe... é só escolher e esperar.

 Às 20 horas quando me preparava para ouvir e ver as notícias, as baterias estavam em baixo. Tive de recorrer ao 'gerador' que em meia hora deu uma boa ajuda para ter energia durante a noite.
Ruído? Nem por isso, coloquei-o por detrás do murete e a coisa não incomodou assim tanto mesmo se uma Alemã ficou encolerizada quando lhe disse que seria apenas 1/2 hora...
Para a 'calar' a resposta surgiu em modo de Português educado. ' A Sra tem a música mais alta há mais de 1 hora e eu não me queixei!!!


Todos a rabiar...


 O que dizer? Está-se bem.

Alojamentos para férias - Condomínio fechado - Rent




Os 'Restaurantes do areal.


Um enorme Grupo de Franceses que chegou... no 'aperitivo'...






Dia 23 - 10mar17
EM BREVE
Enviar um comentário